Como fazer pudim

Quem não ama um pudim bem doce e caramelado? Esta é uma das sobremesas mais populares nas cozinhas brasileiras e, além de saborosa, é bem fácil e rápida de preparar!

Porém, muita gente reclama que o pudim sai sempre com furinhos, que quebra na hora de desenformar ou, ainda, que a calda queima sem qualquer explicação. Qual é o segredo para fazer um pudim perfeito? Fique de olho nas dicas que vamos te mostrar!

como-fazer-pudim

Ingredientes:

Para a massa:

  • 1 xícara de leite de vaca;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 4 ovos inteiros.

Para a calda:

  • 1/3 de xícara (chá) de água;
  • 1 xícara (chá) de açúcar.

Como fazer:

Massa:

O primeiro passo é bater bem os ovos em um liquidificador. Em seguida, adicione o leite de vaca e o leite condensado e bata novamente até virar uma massa homogênea. Reserve e, enquanto isso, prepare a calda, como vamos ensinar a seguir.

Calda:

Em uma panela, derreta o açúcar até que ele fique com uma cor morena (caramelada). Depois, acrescente água e espere até engrossar. Após isso, desligue o fogo e despeje a calda em uma forma redonda (com um furo no meio). Em seguida, derrame a massa do pudim por cima da forma caramelizada e leve para assar dentro de outra forma maior com água, fazendo o chamado banho-maria.

O pudim deve ser assado em forno médio (pré-aquecido a 180 °C), por cerca de 40 minutos. Passado esse tempo, espete-o com um garfo para verificar se está bem assado. Se sim, espere até amornar, desenforme e sirva em seguida.

Dicas para fazer um pudim perfeito

Sem furinhos

pudim-sem-furinhos

Muita gente não sabe, mas os furinhos que aparecem no pudim depois de pronto são, na verdade, bolhas de ar incorporadas à massa. Estas, por sua vez, surgem por conta do movimento da massa no liquidificador, deixando-a bastante areada. Por isso, se você quer um pudim sem furinhos, a dica é optar por outra técnica para fazer a massa.

Ainda, antes de levá-la ao forno, dê umas leves batidinhas na forma para que as bolhinhas de ar estourem e não formem furos no pudim. A temperatura da água também é muito importante! Deixe o forno em fogo baixo e evite colocar água quente para fazer o banho-maria, optando por deixá-lo por pelo menos duas horas no forno.

Teste também adicionar uma colher (sopa) de amido de milho (maisena) à massa. Dizem que essa técnica ajuda em muito a resolver o problema!

Com furinhos

pudim-com-furinhos

Como existe gosto para tudo, há quem goste também do pudim com furinhos. Neste caso, basta fazer tudo ao contrário do que ensinamos anteriormente. Bata a massa em um liquidificador ou com a ajuda de um fouet (batedor de arame). Ainda, você pode separar as claras das gemas, batendo-as até formar uma textura em neve e, só depois, incorporá-las. Todas essas técnicas permitem que bolhas de ar se formem e estourem durante o processo de preparo do pudim.

Ainda, outra dica excelente para deixar o seu pudim com furinhos é acrescentar um pouco de suco de limão à massa para “talhar” o leite e formar bolhas de ar. A temperatura do forno também pode ajudar! Deixe a massa em banho-maria em uma temperatura a 180 °C e terá os tão desejados buracos no pudim.

Como desenformá-lo

A primeira dica para quem quer tirar o pudim da forma sem quebrá-lo e deixar que a massa esfrie completamente após sair do forno. Desta forma, depois de frio, você pode esquentar a parte debaixo da forma na boca do fogão, fazendo com que a calda amoleça e solte a massa com maior facilidade.

Em seguida, pegue uma faca e passe nas laterais da forma, ajudando a massa a desgrudar ainda mais do recipiente. Pronto! Agora, é só virar desenformar o pudim em um prato e servir à vontade.

Como não queimar a calda

Qual é o segredo para não passar do ponto e queimar a calda do pudim? É simples! A primeira dica é não ficar mexendo a mistura de açúcar e água enquanto ela estiver fervendo. Tenha paciência e espere até ela engrossar sem mexer na panela.

A segunda dica é ficar de olho na cor: quando a mistura atingir uma cor dourada, desligue o fogo imediatamente. Você vai perceber que a mistura continuará cozinhando mesmo depois de você desligar o fogo. Portanto, para atingir uma calda cor de caramelo (morena) sem passar do ponto, lembre-se de tirá-la do fogo quando estiver perto de atingir a cor ideal, ok?

História

Antes de se tornar a sobremesa favorita da maioria das pessoas aqui no Brasil, o pudim teve a sua origem registrada em Portugal, em meados do século XVI. Acredita-se que os portugueses preparavam uma mistura à base de ovos e leite com a intenção de obter uma massa de consistência cremosa e levemente sólida.

No Brasil, o doce chegou nos tempos da Colonização, acrescentando como ingrediente principal em sua receita o leite condensado. Com o passar dos anos, o pudim ganhou várias versões e se tornou o que nós conhecemos hoje como uma das sobremesas mais pedidas nas cozinhas do país.

Recomendados para você:

O que você achou da receita?
recipe image
Receita de:
Como fazer pudim
Publicado em:
Tempo de preparação
Tempo na panela
Tempo para finalizar
Nota
2.51star1star1stargraygray Based on 2 Review(s)

Leave a Reply